Cuidando dos Seus Equipamentos

Cuidando dos Seus Equipamentos

Dicas na hora de cuidar do seu Equipamento de Mergulho

Nada melhor do que ter os nossos próprios equipamentos não é mesmo? Acredite, equipamentos de mergulho podem durar décadas se forem bem cuidados de forma correta. Mergulhadores investem muito dinheiro em equipamentos e acabam deixando de lado os cuidados básicos. Como você lava e guarda os seus equipamentos? Nesse artigo conto um pouco de como eu cuido dos meus!

Roupas de Neoprene:

Existem várias roupas no mercado, das mais finas (de 1 a 3mm), passando pelas intermediárias e mais utilizadas no nosso litoral (5 mm) até as mais grossas (7 mm em diante) semi-secas e secas. Primeiramente o jeito ideal de guardar uma roupa de neoprene é pendurada em um cabide mais largo que o normal e longe das interferências solares. Evite guardar a roupa dobrada ou dentro da mala pois isso cria ¨vincos¨ que, quando submersa, possibilita a entrada de água na roupa perdendo a eficiência térmica durante o mergulho. Lave a roupa somente com água doce. Não utilize nenhum tipo de produto químico como sabão ou alvejante. Lave bem a roupa e coloque-a para secar na sombra. O ideal é sempre deixar seca-la no avesso primeiro e depois do lado normal. Sempre verifique se os zíperes estão correndo perfeitamente antes de uma viagem de mergulho. Caso estejam duros, você pode passar um pouco de cera a base de silicone ou no caso de zipper seco a base de parafina. Abra e feche algumas vezes até que fique mais leve. Lembre-se, guarde a roupa somente quando ela estiver totalmente seca.

Nadadeiras, máscara e snorkel:

Lave as nadadeiras somente com água doce e deixa secar a sombra. Evite deixa-las secando apoiada na parede ou tortas, pois elas podem permanecer tortas danificando a pala. Máscara e Snorkel são itens que eu gosto de lavar com detergente neutro esfregando com os dedos para tirar a oleosidade causada pela nossa pele. Nunca, em hipótese alguma deixe a máscara secando com as bordas dobradas ou com algum peso em cima. O Silicone que é o material utilizado na vedação das máscaras tem memória e pode adquirir a forma gerando entrada de água e perdendo o poder de vedação. Sempre antes das viagens, verificar as tiras da máscara e nadadeiras estão ressecadas. É possível prever o estouro de uma tira olhando para a tira enquanto a estica. Uma boa ideia é levar tiras reserva na mala, pois tudo o que não queremos é perder um dia de mergulho.

Colete equilibrador:

A lavagem do colete requer paciência, existe muitos pontos que podem acumular sal, sujeira e cloro. Sendo assim, você precisa lava-lo muito bem e tomar cuidado em verificar todas as válvulas. Quando chego de uma operação de mergulho e vou lavar meu equipamento, antes de mais nada desrosqueio e tiro uma das válvulas e coloco com uma mangueira água dentro do colete. Algumas pessoas costumam colocar água morna pois remove o sal com maior facilidade. Após colocar um pouco de água, fecho a válvula e termino de encher com Ar. Balanço e viro algumas vezes para a água passar por todos os espaços internos. Na hora de drenar a água, utilizo todas as válvulas pois assim ja aproveito para lava-las. Repito a ação e dessa vez retiro a água pela traquéia para tirar toda a sujeira também que possa estar ali parada. Se você estiver um caixa grande, pode enche-la de água e mergulhar o colete algumas vezes para limpa-lo por fora, caso não tenha, utilize uma mangueira e o lave bem, também sem produtos químicos. Atenção aos botões, fivelas, bolsos e velcros para não acumularem água, sal e areia. Quando finalizar coloque um pouco de ar dentro a fim dele ficar em torno de 50% cheio, isso evita que as paredes colem e perca a célula do seu colete. Pendure-o em um cabide e deixe-o secando na sombra também. Só guarde após constatar que está totalmente seco.

Reguladores:

Provavelmente você investiu um bom dinheiro em seu kit de reguladores e a lavagem deve ser feita do jeito certo. Primeiro, certifique que o protetor do primeiro estágio (chapéu de bruxa) esta colocado. Eu afasto todos os protetores de mangueiras para lavar, pois é um forte ponte de acumulo de sal. A parte do bocal eu costumo pingar uma gota de detergente neutro no dedo mesmo e passar ali para higienizar e enxaguar muito após isso. Enxague ele inteiro, manômetro, bússola e o que mais tiver preso ao seu kit. Lembre-se que alguns manômetros possuem uma capa plástica (boot) que pode ser um ponto de acumulo de sal e areia. Retira-lo para lava é um excelente iniciativa.

Computadores, bússolas e instrumentos:

Tudo que você utilizar de instrumentos, como bússolas, computadores, etc devem ser limpos com água corrente. Por serem equipamentos mais sensíveis, de preferencia a água quente, eu tomo banho com eles (rs). Deixe tudo secando na sombra e lembre-se, antes de qualquer viagem de mergulho verifique a bateria do seu computador, eu já vi mergulhadores voltando com computador desligado pois acabou a bateria durante o mergulho.

Decomark (salsichão), lift-bag, carretilhas e spools:

Com freqüência vejo mergulhadores trazendo salsichão na mala sem ter utilizado no mar e decidem por não lava-lo. Isso é errado. A partir do momento que ele esta na mesma mala de mergulho que fica na área molhada do barco ele ficara molhado e com o tempo poderá apodrecer e você perderá o equipamento. O procedimento correto é lava-lo por dentro e por fora (alguns possuem válvulas e outros não). O processo se assemelha muito ao que fazemos com o colete equilibrador. Só enrole e guarde ¨decomarks¨ e ¨liftbags¨ quando estiverem totalmente secos. As carretilhas e ¨spools¨ devem ser lavadas com água corrente em abundância a fim de tirar todo o sal. É legal repetir todo o processo pelo menos duas vezes e deixar secando por alguns dias na sombra.

Equipamentos bem cuidados, não só garantem a durabilidade como também aumentam a segurança do seu mergulho. Se cuidar bem eles podem durar por anos e até décadas. Ouvimos várias vezes pessoas que colocaram a roupa com sabão e amaciante dentro da maquina para bater, rs… Sim, acontece!

Por Gabriel Cabreira